Blog

Distração é a causa de 18% dos acidentes de carro no mundo, aponta estudo


Estudo mostra que 18% dos acidentes de carro no mundo têm como causa a distração ao volante. Além disso, a cada 25 segundos, uma pessoa morre e outras 58 ficam feridas por causa da desatenção.

Um estudo publicado pela revista científica canadense Journal of Bone and Joint Surgery, uma das mais importantes da área de ortopedia, divulgado pela Agência Brasil, mostrou que 18% dos acidentes de carro no mundo têm como causa a distração ao volante. Além disso, a cada 25 segundos, uma pessoa morre e outras 58 ficam feridas por causa das distrações.

Entre as distrações mais comuns citadas estão: o uso do celular, mexer no som do carro, conversar com passageiros e dar atenção a crianças que estão no banco de trás.

Segundo Celso Mariano, especialista em trânsito e diretor do Portal, a capacidade intelectual do ser humano atualmente está classificada em oito inteligências. São elas: a da comunicação, a do raciocínio lógico, a da noção de espaço, bem como a da coordenação motora, a do autoconhecimento e compreensão, a de se relacionar, a de se situar no meio ambiente e a da distinção e interpretação dos sons.

“Para cada tarefa que realizamos utilizamos várias dessas inteligências. A habilidade de dirigir ou pilotar exige do motorista a utilização de todas as oito”, argumenta.

O diretor científico da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), Flávio Adura, explicou que são diversas as distrações que tiram a atenção dos condutores. A entrevista foi dada à Agência Brasil. “Cerca de um terço dos motoristas brasileiros dirigem distraídos, com falhas de atenção ao conduzir. Como por exemplo, enviando mensagens no celular, alimentando-se, falando no bluetooth e mexendo no som”, explicou.

Estatísticas

Conforme levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a falta de atenção ao volante lidera a lista num ranking com as 20 principais causas de acidentes com, pelo menos, uma morte. Os dados levam em consideração acidentes ocorridos entre 2019 e fevereiro de 2022.

Por esse motivo, o Portal do Trânsito foi às ruas para entender o que motiva a distração ao volante. E, além disso, saber o que os cidadãos fazem para evitá-la. Assista!

Infrações

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança, é considerado infração leve, com multa de R$ 88,38.

O CTB, por exemplo, proíbe o ato de dirigir manuseando o celular. Considera-se a infração gravíssima, com multa de R$293,47 e acréscimo de sete pontos no prontuário da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).



Fonte: Portal do Trânsito



Voltar

Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais