Blog

Tem medo de ser coagido a fazer um PIX? Agora você terá seguros


Recentemente o medo de parte dos brasileiros de usar o sistema de pagamento instantâneos do Banco Central, o PIX, mostrou ter fundamento. Tanto que o Banco Central fez alguns aprimoramentos na segurança do sistema, como diminuir o limite para transferências noturnas. Mas assim como outros meios de pagamentos, ainda há espaço para insegurança, exarcebada pela característica das transações, que são feitas em tempo real.

Mas o mercado financeiro está se movimentando para minimizar riscos. O Mercado Pago lança, nesta sexta-feira, 22, uma solução de conta digital protegida que inclui transações com Pix. Nos próximos dias, o Santander anunciou que oferecerá solução semelhante.

A proteção do Mercado Pago, feita em parceria com a seguradora BNP Paribas Cardif, inclui compras e transferências sob coação (sofre danos corporais ou é ameaçado) com Pix e código QR. A cobertura é válida para débitos que tenham sido efetuados no período de 96 horas antecedentes a notificação do ocorrido.

José Luiz De Oliveira Machado, gerente de seguros do Mercado Pago, aponta que, em tese, a cobertura contra coação já existia no mercado. Contudo, ela era focada em saques ou nas "saidinhas de bancos". Ou seja, não estava adaptada à nova ferramenta. "Tivemos de revisar condições do contrato para passar a incluir também as novas tecnologias".


Fonte: Exame



Voltar

Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais