Blog

Você está seguro? Saiba como escolher seu seguro náutico já!


Hoje em dia, apenas uma pequena parcela das embarcações em todo país estão asseguradas. Isso porque pouco se sabe sobre o assunto ou acredita-se que por usar menos a embarcação as chances de acidente são menores. É aí que mora o problema. Basta uma tempestade, um descuido e lá se vai todo o investimento e a tranquilidade de um passeio.

Para isso o mercado náutico oferece uma série de opções de seguros que muitas vezes são oferecidos já no ato da compra.

QUANTO VALE?

A cobertura, valor e opcionais variam muito de acordo com a seguradora que for escolhida, porém na maioria delas segue-se um básico e o diferencial vem com os opcionais e com o atendimento mais adequado às necessidades do proprietário da embarcação. Vele lembrar que a confiança no corretor e que ele seja um profissional credenciado é um fator essencial para que esse processo seja vantajoso e sem dores de cabeça.

O seguro náutico de embarcações de recreação pode ser feito desde barcos pequenos de madeira ou infláveis até grandes iates, passando pelos veleiros. Na cobertura básica oferecida pelas seguradoras, pode-se encontrar perda total ou parcial, assistência 24 horas, roubo ou furto, perímetro de navegação nacional, até a cobertura em participações de campeonato de pesca. Algumas oferecem adicionais como cobertura a terceiros, participações em regatas no caso de veleiros, transporte terrestre, entre outros. Há também opções de descontos em co-participação do proprietário em caso de acidentes, também cobertura parcial em roubo ou furto e aumento de perímetro de navegação internacional.

A experiência da tripulação e a condição da documentação também contam na hora da precificação do seguro náutico.

COMO EVITAR ACIDENTES?

Os sinistros mais comuns segundo os entrevistados são naufrágios, devido à falta de manutenção, imperícia ou intempéries marítimas; princípios de incêndio, na maioria das vezes causados por descuido com os equipamentos eletrônicos a bordo; e problemas nos motores, bem como avarias parciais, por exemplo, batida em lajes, banco de areias ou pedras.


Fonte: Perfil Náutico



Voltar

Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita. Saiba mais